Páginas

Pesquisar este blog

15 de julho de 2010

Depois de um tempo, observações...

Já é bem claro meu gosto inevitável por reticências e que tudo que antes eu postava, era redigido em um editor de texto. Sendo que eu filtrava e filtrava o que escrevia, até chegar no ponto que diria para mim mesmo que eu leria aquilo! Dias passaram e, mudei. Nada como novas experiências, situações inusitadas para darem um novo ânimo pra vida e revelá-la de um modo diferente.

Notei há pouco tempo, que há tempo pra tudo, inclusive para ele parar. Notei que coisas simples sempre acontecem, dando respaldo às vezes involuntariamente para coisas extraordinárias acontecerem. Vi que escrever é criar um mundo e que ler é viver nele. Vi que tudo que nessecita de complemento, é chato sem ele. Vejo que a vida com amor, é inexplicável que sem ele!

Já não mais filtro o que escrevo. As palavras vêm do momento e, momento esse que nunca mais voltará. Tudo que tenho pra dizer, agora digo. Aprendi que arrependimentos existem, se tiver algo pra se arrepender. Não vou brecar palavras. Deixarei-as me ensinar coisas...


Nenhum comentário:

Postar um comentário