Páginas

Pesquisar este blog

9 de novembro de 2010

O tempo

A espera cultiva, judia, maltrata
Amor sofrido, que ama e distrata
Dor boa de sentir
Que a recompensa compensa
Desistir de partir
O coração é quem pensa

Amo as palavras, mas é pra mim um tormento
O tempo, o tempo
Relativo e cansativo,
Acumulativo e evasivo

Anseio por um futuro sonhado
Concreto em algum lugar da mente
Escolher viver descrente
De que tudo não vai ser tocado

Nenhum comentário:

Postar um comentário