Páginas

Pesquisar este blog

7 de julho de 2011

Amei-te...

Amei-te sem me amar
E sem você também fazê-lo
Amei-te sem ver
Que nada que era meu tinha em você
Amei-te bobo
Do jeito que os bobos acham tolo amar
Amei-te pronto
Pra não te esquecer jamais

E por mais que eu revivesse tudo o que sentia
De novo amaria a quem não merecia

De todas as palavras que sei
Nenhuma precisei
Só lamentei
Pois choro não carece letra. Nem rima.

Nenhum comentário:

Postar um comentário